Algures no mundo

You gotta love the portuguese.

Leave a comment

“Eu quando cheguei à França só chorava, que não falava nada de francês” – diz-me a sra. dona Rosa, empregada de várias casas na nossa zona.

“Mas agora já fala, isso é que importa” – disse-lhe eu, depois de ter almoçado ao sol, no jardim, e de lhe ter explicado que estava a ler o Principezinho para aprender francês.

“Ah, bem, desenmerdo-me” – respondeu lentamente. De forma tranquila, como se tivesse dito: “desenrasco-me” ou “desembrulho-me” ou “desen – outra coisa qualquer.”

Mas não. “Desenmerdo-me” explicava melhor. E assim foi!

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s