Algures no mundo

Erasmus.

Leave a comment

Recebo ontem uma mensagem a dizer que há 10 anos acabou o nosso Erasmus. 10? Onde é que foi esse tempo todo?

La bella Roma. E como diria a música:

“Dimmi cos’è,
che ci fa sentire amici anche se non ci conosciamo
dimmi cos’è ,
che ci fa sentire uniti anche se siamo lontani.
dimmi cos’è cos’è
che batte forte forte forte in fondo al cuore”

Se há coisa que ficou, além da paixão pela cidade, e pela língua, foram os amigos.0604(03-10)_Sicilia 5200604(03-10)_Sicilia 593sicilia 212noitemeg 015milao 013060504_Despedida_meninas_do_porto 042sardenha 012sardenha 083venezia 022venezia 121roma 146roma 558roma 566Alguns pontos a mencionar:

  • claramente ao longo do Erasmus fomos melhorando. Não só a nossa cor, como o nosso peso (talvez porque por sermos forretas, não comprávamos nada para comer, quase).
  • ninguém sabia tirar fotografias (excepto o Filipe), já que a maioria das fotografias ficavam desfocadas (e aqui não se vê muito isso, porque fiz uma escolha extensa das melhores. Imaginem as outras).
  • dormir em comboios e autocarros passou a ser o “pão nosso de cada dia”. De notar que à ida para Veneza, dormimos ao lado de uma senhor que às tantas nos deu uma palmada no rabo. Porquê? Ninguém sabe. Mas que era louca, era!
  • comer massa com natas doces, sim, aconteceu. Tudo isto porque sou fonas, e porque comprei as mais baratas, sem reparar. Mas acho que comemos tudo, que não havia cá esquisitices.
  • trazer pizzas em bicicletas, aprendemos nós, têm que se trazer direitas/na horizontal, sob pena de chegarem ao destino só com a massa, e tudo o resto estar no fundo da caixa. Ainda assim, também foi tudo comido.
  • visitar o Etna é muito giro. Saber que houve qualquer coisa que mexeu por lá duas semanas antes…já não tem tanta graça.
  • chegar a uma ponta da Sicília e perceber-se que se deixou uma carteira em cima do carro. Check. Deverá ter voado. Check. Ainda assim fazer mais não sei quanto tempo para trás para a ir procurar. Check. Encontrá-la. Check. E tudo isto, à uma da manhã, num parque de estacionamento de Palermo. Bingo.
  • perder um avião e “blame it na mais nova”. Sim, aconteceu também. Shame on them. E o avião ainda voltou para trás por causa de uma avaria, mas não nos deixaram entrar. Avião para a Sardenha, só daqui a umas horas. Belo tempo de seca passado no café do aeroporto, às não sei quantas da manhã.
  • Dizer ao Fernando Couto: “bom mundial” quando nos cruzámos com ele, mesmo não indo ele jogar. Bingo também. Sempre a marcar pontos.

E é isto. Isto e mais um par de botas. Cheio.

Fazia outra vez? Yes, please.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s