Algures no mundo

Dragão.

Leave a comment

Munique é grande. É grande em vários sentidos, mas neste caso, é uma cidade grande.

Ontem fui passear. Com a miúda. O carrinho. O iogurte. E o dragão (o iogurte é, efectivamente, aquilo que se come. O dragão é só um boneco de peluche). Mas o dragão é fixe. É um fantoche (o que aqui é bom porque me aquece a mão) e é uma óptima companhia, além de fazer rir toda a gente que passa por nós, já que eu passo a vida a fingir que o dragão está a falar e a comer o carrinho, ou qualquer outra coisa.

Mas anyways. Esse dragão escapuliu-se. O malandro. A meio da nossa volta, saltou do carrinho e bye bye. Cheguei a casa e disse ao Luís (ao telefone) que tínhamos perdido o dragão. “Já que vens de bicicleta para casa, vê se o vês. Por onde passei? Não sei bem dizer. Mas fui até à praça X e passei na livraria Y”. Acabou aqui a conversa.

Pois que me chegou a casa com o peluche.

Bingo.

Munique é grande. Mas o Luís é maior.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s