Algures no mundo

Frio? Diz que sim. Aos magotes.

Leave a comment

E, de repente, sem saberes bem como (quer dizer, com umas belas horas de avião), passas de 30 graus para 6 graus (mas negativos, que positivos era quentinho). Pimba, levas uma chapada (quase literalmente, que o frio na cara faz mais estragos do que uma mão) sempre que sais à rua. Ou tens que ir ao congelador.

E porquê?

Porque esta casa, que não é bem casa mas é a nossa casa for the time being, não tem congelador, e portanto ontem decidi por lá fora o peixe e os camarões. Afinal, a temperatura deve estar just right. E assim, cada vez que lá vou, que também não são tantas, admito, gelo um bocado.

Quando vou só à rua fazer coisas, e me visto para tal, já não há problema. Nada de frio. A única coisa é planear ir à rua com 7 anos de antecedência, para dar tempo para me preparar. Ora vejamos, tenho sempre que descobrir o casaco, mas isso é fácil. Depois as luvas. O gorro. As botas com pêlo. Há que não faltar o cachecol e os colantes por baixo das calças. É simples? Pois, imaginem isto vezes dois, por causa da miúda (que hoje em dia até já mais ou menos permite que lhe ponham luvas, mas não acha muita graça). E para além disso, o que é que se veste primeiro para não torrar enquanto se veste o resto? Ah, agora começa a complicação. E é isto. Só para ir ali ao lado, comprar umas batatas.

Esta vida é uma canseira. Mas bem divertida.

(A parte positiva é que em casa se anda sempre descalço e de t-shirt. Não podia ser tudo frio).

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s